TRIAGEM DE RESÍDUOS: PRIMEIRO PASSO PARA A RECICLAGEM

TRIAGEM DE RESÍDUOS: PRIMEIRO PASSO PARA A RECICLAGEM

galpão para triagem de resíduos

Com certeza você já ouviu muito a palavra reciclagem, mas, e triagem de resíduos, você sabe do que se trata?

A reciclagem é fundamental para diminuir o volume de lixo descartado no meio ambiente e reduzir o consumo de matéria-prima bruta na indústria, o que preserva recursos naturais.

O processo de triagem de resíduos consiste na separação dos materiais que serão destinados para a reciclagem. Os resíduos são separados de acordo com suas características físicas e químicas a fim de gerar maior valor comercial e maior aproveitamento dos materiais descartados. 
A triagem de resíduos é a primeira etapa  da pré reciclagem, seguida respectivamente pela prensagem que tem o objetivo de reduzir o volume dos resíduos, o enfardamento, a amarração e a pesagem dos fardos.

Tal separação requer conhecimento específico referente aos tipos de resíduos coletados pois quanto melhor segregados maior será o valor comercializado.
O plástico por exemplo, é um tipo material que tem muitas variações de tipo e consequentemente de preço de mercado. E a sua triagem deve ser específica, detalhada e minuciosa.

Existem empresas especialistas em triagem de resíduos que tem domínio dos aspectos importantes para o processo e conhecem o valor de cada tipo de material no mercado. Essas organizações fazem a separação fina dos materiais de acordo com o preço praticado no comércio.

COMO FUNCIONA UMA UNIDADE DE TRIAGEM?

Quando os resíduos chegam em uma unidade de triagem, geralmente de coletas onde é feita a separação mais básica dos materiais eles são direcionados ao armazenamento temporário geralmente em baias, boxes, gaiolas, caçambas, bombonas, bags e/ou sacos de ráfia para posteriormente serem registrados, pesados e comercializados.

Separar os resíduos de diferentes tipos requer organização e atenção. O processo de triagem define também a parte que não pode ser reciclada mas, que poderá ser destinada para cooprocessamento ou em último caso para o aterro sanitário ou industrial. A metodologia usada para separar os resíduos influência no tempo e qualidade dessa triagem. 

Uma das formas de separação é a esteira mecânica, geralmente cada operário é responsável por um tipo de resíduo, entretanto além dos altos custos de aquisição, operação e manutenção o uso das esteiras tem como resultado quantidades maiores de rejeitos devido ao ritmo desse tipo de equipamento.

A tecnologia também está presente na indústria de resíduos e já existem máquinas que separam os materiais automaticamente de acordo com a densidade especificada, através de programação. O grande empecilho dessa metodologia é o alto custo do maquinário.

O uso de mesas ou balcões de separação, além de custos menores permitem maior minuciosidade na triagem. Deste modo a geração de rejeitos é menor.

Um equipamento indispensável em uma usina de triagem é a prensa de resíduos que  compacta os materiais e reduz o volume dos resíduos, facilitando o armazenamento e transporte. Isso ocorre com plásticos e papéis os vidros, por exemplo, são triturados ou quebrados e devem ser armazenado em recipientes seguros e resistentes.  

Acompanhe abaixo o fluxo de uma unidade de triagem de resíduos:

Fluxo de uma triagem de resíduos

BOM DESEMPENHO DE UMA CENTRAL DE TRIAGEM

Toda unidade de triagem deve ter um bom layout pois há um alto número de manobras de caminhões e outros veículos.

Uma boa estrutura organizacional atribuindo responsabilidades, realizando treinamentos, comunicando e documentando;

Adotar medidas para a segurança e saúde do trabalhador. 

Lembrando que, principalmente nesse tipo de atividade é muito importante redobrar a atenção para o uso correto de equipamentos de proteção individual – EPI e equipamentos de proteção coletiva – EPC. Realizar treinamentos de capacitação em normas de segurança e manter os colaboradores sempre atualizados e conscientes da importância de tratar riscos de acidentes e evitar condições inseguras de trabalho.

 

Autoria: Emanuela Figueiredo e Myllena Bermudez